5 de set de 2010

Se seu filho tem acesso à internet, cuidado!!


Os riscos de navegar na internet são inúmeros. Os pais devem estar sempre em alerta e tomar medidas de segurança. A internet facilita tudo, até mesmo a criminalidade, ela torna seus filhos alvos fáceis para pessoas mal intencionadas.

Alerte e se precisar puxe a orelha de seu filho. A pedofilia infantil através da internet é um crime muito abundante nos dias de hoje, o perigo é iminente. Por isso muita atenção, o perigo esta do outro lado da tela.

Cuidado para que seu filho não caia na mão de maníacos sexuais ou traficantes de órgãos.

Como todos sabem, os mais jovens passam cada vez mais tempo na Internet. Eles tem fácil acesso a redes sociais como o orkut, blogs e chats. Simultaneamente, muitos pais encontram-se preocupados com os riscos que existem, como o contato com estranhos e o acesso a conteúdos inapropriados, vírus, etc.

- Segue então algumas dicas para você que é papai ou mamãe:

- O mais importante de todos é dialogar sinceramente com seus filhos e explicar sobre os riscos que a internet oferece.

- Sempre que puder, dê uma olhadinha no histórico do navegador que seu filho utiliza, ele pode muito bem estar acessando sites inapropriados para a idade dele. Se passe por detetive e não tenha medo de vigiar se estiver desconfiado de alguma coisa.

- De vez em quando, lembre seu filho de não publicar informação que o possa identificar como menor nem revelar o local onde vive ou estuda, por exemplo. Nunca revelar dados como o número de telefone ou residência.

- Se alguém o abordar seu filho e incomodar com mensagens e contatos estranhos, peça para ele te contar.

- Fale para seu filho manter relacionamentos apenas com conhecidos. As vezes um estranho pode querer marcar um encontro oferecendo a seu filho algum jogo por exemplo e no final das contas ser um psicopata.

- Não permita que seu filho ligue a web cam para desconhecidos é o mesmo que convidar uma pessoa estranha na sua casa.

- No que diz respeito ao vírus, é aconselhado não clicar em arquivos suspeitos de fontes desconhecidas. Isto se aplica às mensagens recebidas através de redes sociais e e-mail.

- Ao clicar em links, observe a página que abrirá. Se não a reconhecer, feche-a imediatamente. Vários passam pelo transtorno de clicar em um link e ele te mandar para um site adulto.

- Não clique em nada do tipo: "Você foi o visitante numero 1000, clique aqui para pegar seu premio" ou "Uma mensagem para você, clique aqui para ler".

- Desfrute da Internet com seus filhos. Conhecer a Internet é a melhor forma de ajudar seu filho a evitar suas perigosas armadilhas. Se conhecer bem a web seus conselhos serão ouvidos, mas serão rejeitados se ele perceber que você não conhece o assunto.

- Mostre aos seus filhos como respeitar os demais, on-line. Certifique-se de que eles saibam que as regras de bom comportamento não mudam somente porque estão em uma máquina.

- Apesar de ser chato dizer isso, pois muitos pais também o fazem, é bom orientar seus filhos a não realizar cópias de música, vídeos, jogos e outros programas, pois além de poder trazer vírus ou programas maliciosos, isso é considero uma prática ilegal.

- Cuidado com as lan houses caso seu filho freqüente alguma instrua-o sempre com as dicas acima, peça a ele que tire suas duvidas com um funcionário jamais com desconhecidos.

- Ensine a eles que nem tudo o que lêem e vêem on-line é verdade.

Independente do que você faça para proteger seus filhos, nada vai funcionar se não ocorrer diálogo. O bate-papo com os filhos ainda é a melhor maneira de evitar problemas. Há programas e serviços online que são muito úteis neste assunto, pois possuem a característica de bloquear sites e palavras impróprias.


FONTE: Blog do Computador.

Poderá também gostar de:
2leep.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obs: Comentários com intuito de menosprezar nosso trabalho serão excluídos!