26 de nov de 2010

Cuide de seu Pen Drive!!


Este pequeno dispositivo já é obrigatório no bolso de muitos, e alguns até não vivem mais sem ele, pelo fato de ser um acessório prático e fácil de usar, compatível com praticamente qualquer sistema.

- O que é:

Tecnicamente o pendrive é um dispositivo portátil de armazenamento com memória flash, acessível através da porta USB. Sua capacidade varia de modelo para modelo, mas os pendrives mais atuais já passam dos gigabytes de memória. Por ser pequeno e ter uma grande capacidade. Não há hoje nenhuma mídia portátil tão rápida na gravação e leitura dos dados, como é com os pendrives, o que os tornou populares muito rapidamente.

- Como funciona:

Em computadores com sistemas operacionais antigos, Windows 98 por exemplo, o pen drive não é reconhecido automaticamente, é necessário instalar os devidos drivers, permitindo seu reconhecimento pelo sistema operacional.
Em computadores com sistema operacional Windows XP ou mais recentes, os pendrives são reconhecidos automaticamente como dispositivos de armazenamento removível.

Para ter acesso aos dados armazenados no pendrive, basta conectá-lo ao computador através da porta USB. Um pendrive obtém toda a energia necessária ao seu funcionamento através da corrente elétrica fornecida pela USB, há algumas exceções: modelos de velocidade mais alta podem necessitar de mais energia do que a fornecida pela porta USB, como os disponíveis em teclados e monitores.

- Lá vai as dicas:

1. Não remova o pendrive sem antes avisar o sistema operacional. Na maioria das vezes isso pode não ocasionar perda de dados ou defeito, mas se existirem programas acessando os arquivos do pendrive, a chance de perder alguma informação é pequena, porém pode acontecer.

2. Dê preferência para o usb da placa mãe. Se você for espetar seu pen drive em um computador desconhecido, na faculdade por exemplo, espete-o no usb traseiro do computador (usb da placa mãe), pois se você espetar seu pen drive no usb dianteiro e este não estiver conectado corretamente, seu pen drive pode ser danificado.

Os usbs dianteiros são conectados a placa mãe de maneira offboard, ou seja, eles não são integrados a placa mãe. Por isso muitos computadores não o têm ou quando tem não funciona.

3. Conecte o pendrive somente depois de o sistema operacional ter sido inicializadoe remova-o antes de desligar o computador para dificultar que o próprio seja queimado.

Quando você insere um pendrive numa porta USB, aparecerá na barra de tarefas do Windows XP um ícone indicando que existe uma mídia removível conectada ao computador. Uma caixa de diálogo é aberta e então você deve selecionar a unidade USB que deseja desativar ou remover, e clicar no botão “Parar”. Uma nova caixa de diálogo é exibida mostrando a letra de drive ou outras informações do dispositivo. Se você tiver mais de um periférico USB conectado, essa é a oportunidade de saber se está desativando o dispositivo correto. Se for aquele desejado, clique “Ok” ou então no botão “Cancelar” para escolher outro dispositivo.

4. Criptografe seus arquivos. Quando for levar dados pessoais confidenciais, como fotos, no pen drive, a criptografia é fundamental. Há várias opções para isso. Uma delas é o ótimo TrueCrypt, que cria uma área criptografada no disco. O programa permite definir duas senhas: uma que libera tudo e outra que desembaralha apenas um conjunto definido de arquivos. Um ponto fraco do TrueCrypt é que ele exige uma conta de administrador para rodar, algo difícil em cibercafés, por exemplo. Um programa que não tem essa exigência é o Rohos Mini Drive. Ele permite criar uma partição escondida e criptografada com algoritmo AES de 256 bits. O software ainda pode travar o conteúdo com uma combinação de teclas e usar o pen drive como requisito para entrar no sistema.

5. Bloqueie seu pen drive. Vai colocar o pen drive em uma máquina que não é confiável? É recomendável travá-lo para gravação antes disso. Para isso você terá de alterar o registo do PC que receberá seu pen drive, para isso abra o bloco de notas e grave o seguinte texto:

[HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control\StorageDevicePolicies]
”WriteProtect”=dword:00000001

Salve com o nome de "TravaPenDrive.reg". Depois, crie outro arquivo, com o nome de "DestravaPenDrive.reg", com o texto:

[HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control\StorageDevicePolicies]
”WriteProtect”=dword:00000000

Passe esses dois arquivos para o pen drive. Para bloquear seu pen drive e não deixar ninguem salvar arquivos, basta clicar duas vezes no primeiro arquivo. Para desbloquear e permitir de dois cliques no segundo arquivo. Claro que isso não impede que, no futuro, algum vírus esperto possa remover o bloqueio antes de infectar o pen drive.


FONTE: BlogDoComputador, baixaki.

Poderá também gostar de:
2leep.com

3 comentários:

Anônimo disse...

Boas dicas meu camarada!!

Eu já perdi pen drive colocando em adaptadores usbs instalados errado, queimou...

Bruno disse...

Quanto a 2, na verdade a recomendação de se usar as portas da própria mobo se dá por alguns cases antigos terem os conectores internos da usb separados um a um, dessa forma um técnico menos experiente poderia inverter a polaridade da alimentação causando assim a queima da unidade flash.

Dica PC disse...

É isso mesmo Bruno!!

Postar um comentário

Obs: Comentários com intuito de menosprezar nosso trabalho serão excluídos!